4 situações que apontam a necessidade de formatar seu computador Deixe um Comentário

Com o passar do tempo, é normal que os computadores apresentem algum nível de lentidão. Isso ocorre, principalmente, devido ao desgaste dos componentes de hardware, à memória cheia e aos rastros deixados por instalações e desinstalações de programas. As próprias rotinas de atualização automática do sistema operacional – tão comuns no Windows – acabam provocando pequenos erros e engasgos que, acumulados, reduzem a performance da máquina.

Formatar o computador significa apagar todos os dados gravados no disco rígido e instalar novamente o sistema e os programas do zero. É muito raro que uma máquina com anos de uso não precise passar por esse procedimento.

Veja, a seguir, algumas situações que sinalizam a necessidade de formatar o computador:

  1. Quando ferramentas de manutenção e prevenção não surtem efeito

Existem programas e ferramentas que ajudam a melhorar a performance da máquina e adiar a necessidade de formatação. Entre elas estão o desfragmentador de disco, aplicativos de limpeza e programas antivírus – acionar esses softwares periodicamente para realizar uma varredura ou rotina de manutenção ajuda a manter a saúde do sistema.

Se o computador estiver ficando cada vez mais lento – ou apresentando cada vez mais erros – e essas alternativas não ajudarem, é hora de considerar a possibilidade de formatar.

  1. Quando restaurar o sistema não ajuda ou não é possível

Caso você use Windows e seu computador começou a apresentar erros ou lentidão após uma atualização ou instalação de software, é possível restaurar o sistema, ou seja, fazer com que ele volte a um ponto de configuração anterior. Com isso, os erros provocados pela última atualização normalmente deixam de ocorrer.

Existem situações, contudo, que a restauração não consegue resolver. Ou, ainda, pode ser que o próprio processo de restauração comece a apresentar erros – nesse caso, a melhor saída também pode ser formatar.

Computador apresentando erro.
  1. Em caso de infestação crítica por vírus ou malwares

Alguns vírus e softwares nocivos são capazes de provocar um conjunto tão extenso de danos ao sistema que se torna impossível reabilitar a máquina sem apagar todos os dados. Ou, mesmo que se consiga reverter alguns dos erros, em certos casos a segurança do sistema e das conexões está tão comprometida que não vale a pena arriscar.

  1. Se você for vender ou doar o computador

Nesse caso, formatar a máquina é a maneira mais segura de garantir que todos os seus dados serão apagados.

Se você acha que está chegando a hora de formatar seu computador, não se esqueça de realizar backup dos seus arquivos e de listar quais drivers e softwares você precisará instalar em seguida. Caso tenha dúvidas sobre o procedimento, procure uma assistência técnica ou profissional de confiança.

Este artigo foi útil? Deixe seu comentário!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.