Usar um antivírus é importante para navegar com segurança pela web, mas como saber qual programa usar em seu PC? Confira nossas dicas e escolha o mais adequado

Antivírus: como escolher o mais adequado para o seu computador? Deixe um Comentário

A escolha do melhor antivírus para seu computador depende do uso que você faz da sua máquina e do quanto você consegue navegar em segurança pela Internet – reconhecendo com facilidade links e sites suspeitos, por exemplo.

A primeira dica para quem está escolhendo um antivírus é pesquisar. Nunca faça download da primeira opção que encontrar, pois existem muitos programas que se vendem como antivírus que são, na verdade, aplicativos voltados à exibição de anúncios e coleta de dados.

Também procure baixar os programas diretamente dos sites dos desenvolvedores, e não de sites de download que vinculam a instalação do software a outros penduricalhos, como navegadores e programas dos quais você não precisa.

Mas vamos a alguns nomes: hoje, entre os antivírus mais recomendados por profissionais da informática estão os da Kaspersky, o Bitdefender, o F-Secure e o Panda. Outras alternativas já bem conhecidas são o Avast e o Avira, embora eles já não estejam entre os mais efetivos em testes de segurança e irritem bastante os usuários das opções grátis com anúncios de suas versões pagas e outros produtos.

E quanto ao Windows Defender?

O Windows Defender, antivírus nativo do sistema operacional da Microsoft, pode até ser suficiente para quem faz um uso básico e muito seguro do computador – sem baixar programas ou conteúdos da internet, por exemplo. Para a maioria dos casos, entretanto, é recomendável pesquisar e instalar um antivírus mais completo.

Antivírus pago ou grátis?

No universo dos usuários domésticos, as versões pagas dos antivírus mais recomendados são uma boa opção para quem não tem muito conhecimento sobre segurança na internet. O bom dessas versões é que elas também costumam oferecer suporte caso ocorram problemas, além de alguma proteção extra, como serviços antiphishing (contra roubo de dados e informações pessoais). Para ambientes empresariais, contratar um antivírus pago é sempre o mais recomendável.

Já para a maioria dos usuários domésticos, a versão gratuita de um bom antivírus costuma ser suficiente. São softwares que cumprem sua função, embora seja necessário conviver em maior ou menor grau com anúncios que tentam vender suas versões pagas. Hoje, o Panda Dome e o Kaspersky Free estão entre os mais elogiados. O Panda tem uma interface mais simples, enquanto o Kaspersky traz mais opções de configuração e costuma ser melhor para quem tem um pouco mais de conhecimento em informática.

Por fim, uma dica importante: não use mais de um antivírus em seu computador. Os programas entrarão em conflito e certamente deixarão sua máquina mais lenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.