História: como a Santa Ifigênia virou referência em computadores? Deixe um Comentário

Hoje, para quem caminha pelas ruas comerciais do bairro Santa Ifigênia (ou Efigênia, grafia que também é bem comum), no Centro de São Paulo, é difícil imaginar a paisagem sem as galerias cheias de boxes que oferecem todo tipo de eletrônico, os vendedores que anunciam já na calçada serviços de conserto de celular, as lojas de aparelhos de som e iluminação…

Mas é claro que nem sempre foi assim. No começo do século 20, o bairro abrigava várias lojas de tecidos e chapéus, que atendiam principalmente as famílias abastadas da região dos Campos Elísios.

Algumas décadas depois, por volta dos anos 1940, começaram a aparecer os comércios especializados em material elétrico, que foram se tornando cada vez mais numerosos com a popularização dos aparelhos de televisão e eletrodomésticos.

Antes dos computadores, HDs, cabos USB e afins, o bairro era o preferido dos profissionais e entusiastas da eletrônica. Lá era possível encontrar capacitores, transistores, válvulas e outros componentes – como relata um nostálgico radiotécnico neste texto.

Com o avanço da informática e dos computadores pessoais ao longo dos anos 80 e 90, foi praticamente natural a “evolução” para o tipo de comércio pelo qual o bairro é hoje tão conhecido.

Atualmente, o atrativo do local é oferecer de tudo em artigos de informática: peças, periféricos, computadores usados e novos, PCs personalizados, acessórios para gamers, oficinas de manutenção. É o paraíso para quem está em busca de eletroeletrônicos por preços mais em conta – e o endereço das duas lojas da Dragon Computadores.

Origem do nome

O nome do bairro deriva da igreja localizada na esquina da avenida Cásper Líbero com a rua Santa Ifigênia. Ali havia sido construída, antes de 1720, a Capela de Nossa Senhora da Conceição – que, após uma reforma por volta de 1800, deu lugar à a paróquia de Nossa Senhora da Conceição e Santa Ifigênia.

O prédio original acabou sendo demolido no começo do século 20 e, no local, foi erguida uma nova igreja, projetada pelo arquiteto austríaco Johann Lorenz Madein e finalizada em 1913.

No site São Paulo Antiga, é possível encontrar fotos antigas da região e detalhes sobre alguns de seus prédios históricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.