O que você precisa saber antes de montar uma rede de computadores? Deixe um Comentário

Uma rede de computadores é, basicamente, um grupo de máquinas capazes de compartilhar recursos (hardware e software) e informações entre si. É muito comum em empresas, mas é possível instalar uma rede no ambiente doméstico, com dois computadores ou mais.

Reunimos, a seguir, alguns aspectos iniciais para levar em conta ao planejar a configuração de uma rede:

  1. Rede por cabo ou wireless?

A escolha depende principalmente dos tipos e do tamanho dos arquivos que serão compartilhados. Se o volume de dados for grande ou se a ideia é compartilhar mídias como fotos e vídeos, o ideal é criar uma rede cabeada, que oferece mais agilidade no compartilhamento do que uma conexão sem fio.

Não é impossível criar uma rede wireless para compartilhar grandes volumes de dados, mas será necessário investir em equipamentos – roteador e repetidores – mais potentes.

Montagem de uma rede de computadores

Se o seu objetivo é criar uma pequena rede sem fio doméstica para eventualmente acessar arquivos e impressoras, este tópico de suporte do Windows para grupos domésticos (para Windows 7 e 8) pode ajudar.

  1. Conexão por cabo: switch e hubs

Em redes de computadores conectados por cabos, a conexão entre as máquinas deve ser intermediada por um hub ou switch. Esses dispositivos funcionam como uma extensão, distribuindo os dados entre as máquinas conectadas.

Para redes maiores e com tráfego mais intenso de dados, é recomendável optar por um switch, que atua de maneira mais inteligente do que o hub: ele transmite diferentes pacotes de informação de forma paralela e simultânea. Assim, o envio de um pacote de dados mais pesado para uma determinada máquina, por exemplo, não afetará as demais conexões da rede.

  1. Servidor

Se a ideia é criar uma rede com um servidor ao qual serão conectados os demais computadores, defina qual será essa máquina central. O ideal é que ela tenha uma boa configuração e bastante espaço de armazenamento. Para uma rede mais simples, com poucos computadores e baixa demanda, os próximos passos serão:

  • Criar um grupo privado com senha;
  • Conectar os demais computadores a esse grupo, por cabo ou wi-fi;
  • Definir, no servidor, que recursos e pastas serão compartilhados com cada máquina.

Para locais e redes maiores, como em ambientes empresariais, provavelmente será necessário configurar mais de um servidor. Nesses cenários mais complexos, é recomendável contratar o serviço de empresas ou profissionais especializados, que levarão em conta os gargalos do tráfego de informações, sistemas de redundância, necessidade de backup e configurações de segurança – usando, por exemplo, softwares específicos para administrar a base de usuários da rede e suas permissões de acesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.